9.2.07

DESPENALIZAÇÃO DA INTERRUPÇÃO VOLUNTÁRIA DA GRAVIDEZ

Dizer SIM no próximo dia 11 de Fevereiro significa acabar com o aborto clandestino, feito sem quaisquer condições de segurança por mulheres que não têm possibilidades económicas para se deslocarem a uma qualquer clínica da vizinha Espanha. Ao contrário dos outros países da Europa, Portugal mantém em vigor, até hoje, uma lei que tipifica como crime a interrupção voluntária da gravidez e sujeita as mulheres a julgamento, podendo ser-lhes aplicada uma pena de prisão até 3 anos. Esta lei não é eficaz, não fez diminuir o número de abortos em Portugal.
É tempo de dizermos basta! Não podemos ficar em casa porque é urgente a mudança e, por isso, no referendo do próximo Domingo vamos dar oportunidade às mulheres de decidirem em consciência votando SIM à despenalização da interrupção voluntária da gravidez.

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home