25.10.06

Requisição/Cedência ocasional de trabalhador


A requisição é uma figura jurídica prevista e regulada para o sector público – DL nº427/89, de 7/12 - e visa o exercício de funções a título transitório em serviço ou organismo diferente daquele a que pertence o funcionário ou agente. No que respeita à retribuição, em caso de requisição, fica a cargo do serviço ou organismo que requisita. Figura distinta é o destacamento, na qual os encargos são suportados pelo serviço de origem.
No sector privado não encontramos a figura jurídica da requisição. Ao invés, temos a figura da cedência ocasional de trabalhadores – arts. 322º e segs do C.T. - que consiste na disponibilização temporária e eventual do trabalhador do quadro de pessoal próprio de uma entidade empregadora para outra entidade, a cujo poder de direcção o trabalhador fica sujeito, sem prejuízo da manutenção do vínculo contratual inicial.
A cedência ocasional de trabalhador só é admitida se regulada em instrumento de regulamentação colectiva ou por acordo desde que se verifiquem cumulativamente os seguintes requisitos:
  • O trabalhador cedido esteja vinculado ao empregador por contrato de trabalho sem termo;
  • A cedência ocorra num quadro de colaboração entre empregadores;
  • O trabalhador cedido manifeste a sua concordância;
  • A duração da cedência não exceda um ano, renovável por iguais períodos até ao limite máximo de cinco anos.

A cedência ocasional de trabalhador é reduzida a escrito, contendo a identificação do trabalhador, a actividade que o mesmo irá executar, e a duração da cedência, fixando-se o seu início e o seu termo. Tal documento deve ser assinado pela cedente e pela cessionária e, embora não se exija a assinatura do trabalhador, a cedência só se torna legítima com declaração de concordância deste.
Uma vez cedido o trabalhador, a remuneração deste é da responsabilidade da entidade cessionária. O trabalhador tem, por isso, direito a auferir a retribuição mínima fixada na lei ou no instrumento de regulamentação colectiva aplicável à entidade cessionária para a categoria profissional correspondente às funções desempenhadas, salvo se a entidade cessionária praticar outra mais elevada para o desempenho dessas funções, mas sempre com ressalva de retribuição mais elevada consagrada em instrumento de regulamentação colectiva aplicável à entidade cedente. Acresce o direito a férias, subsídio de férias e subsídio de Natal na exacta proporção do tempo de duração do contrato de cedência ocasional, bem como a outros subsídios que pela entidade cessionária sejam devidos aos seus trabalhadores por idêntica prestação de trabalho.
O trabalhador não passa, no entanto, a ser considerado efectivo da entidade cessionária e ao regressar à empresa cedente, mantém todos os direitos que detinha à data do início da cedência, contando-se na antiguidade o período da cedência.

7 Comments:

At 1:18 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Pelo que vemos este blog promete e será de grande utilidade

Parabéns e força!!

JP

 
At 11:56 da tarde, Anonymous Anónimo said...

ola.
que bom ter encontrado este sitio...afinal, nem tudo ta perdido!
tava a pensar fazer uma tese sobre esta matéria. se me puderem disponibilizar biliog, jurisp, artigos de dto comparado... qq coisa é bem vinda... obrigada
vou voltar... pode ser que uma alma caridosa se emocione com a minha triste sina e me de a luz que preciso ;) boa noite e obrigada

 
At 5:13 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Boas, gostaria que me tirasse uma dúvida, caso tenha disponibilidade:

Tenho um contrato individual de trabalho a termo indeterminado e serei requisitada em brevemente. Será necessário aguardar a entrada em vigor da Lei 59/2008 a 1 de Janeiro de 2009 ou a situação não irá trazer nenhum impedimento se for requisitada entretanto.

Agradecida,
Maria Ivone Campos

 
At 11:57 da manhã, Blogger Ms said...

A cedência ocasional terá um periodo máximo de 5 anos. Mas e dopois? Podem as partes voltar a rubricar uma nova cedência ocasional? logo teria 5anos + 5 anos =10 anos e por ai a fora....

 
At 2:57 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Predilection casinos? display this modish [url=http://www.realcazinoz.com]casino[/url] guide and engineered online casino games like slots, blackjack, roulette, baccarat and more at www.realcazinoz.com .
you can also look into our untrained [url=http://freecasinogames2010.webs.com]casino[/url] make someone aware of at http://freecasinogames2010.webs.com and on in generally known compressed all right vehicle !
another suppletive [url=http://www.ttittancasino.com]casino spiele[/url] more is www.ttittancasino.com , pro german gamblers, follow carefulness of magnanimous online casino bonus.

 
At 10:39 da tarde, Anonymous Anónimo said...

after freed this without sell or market demand [url=http://www.casinoapart.com]casino[/url] perk at the great [url=http://www.casinoapart.com]online casino[/url] lead with 10's of brand-new [url=http://www.casinoapart.com]online casinos[/url]. actions [url=http://www.casinoapart.com/articles/play-roulette.html]roulette[/url], [url=http://www.casinoapart.com/articles/play-slots.html]slots[/url] and [url=http://www.casinoapart.com/articles/play-baccarat.html]baccarat[/url] at this [url=http://www.casinoapart.com/articles/no-deposit-casinos.html]no meet mate's beetle off of casino[/url] , www.casinoapart.com
the finest [url=http://de.casinoapart.com]casino[/url] to UK, german and all lovely the world. so in sort of the insigne [url=http://es.casinoapart.com]casino en linea[/url] up on us now.

 
At 7:14 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Making money on the internet is easy in the undercover world of [URL=http://www.www.blackhatmoneymaker.com]blackhat video[/URL], You are far from alone if you haven’t heard of it before. Blackhat marketing uses little-known or misunderstood methods to produce an income online.

 

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home